terça-feira, 10 de setembro de 2019

Cuidado com os boletos e contas falsas





Apesar de ser um dos meios de pagamento mais utilizados no Brasil, o boleto bancário que é prático, simples e acessível para todos, até para aqueles que estão sem crédito na praça, não é o método mais seguro hoje de pagar suas contas ou fazer compras online. Muitos pagam ainda suas contas de energia, água, telefone e etc. nesse formato, que utiliza basicamente um código de barras para determinar as informações do pagamento.

Quadrilhas se especializaram em clonar boletos e enviam o boleto falso normalmente por vias alternativas como e-mail, SMS ou WhatsApp ou até mensageiros, mas podem utilizar também vias oficiais como os correios. É muito importante ficar atento ao receber o documento por esses meios. Nunca pague cobranças que chegam por e-mail ou pelos correios sem verificar a sua veracidade antes. Visualmente eles são idênticos aos originais e por isso você não vai desconfiar. Mas com informações alteradas, levarão seu dinheiro diretamente para a conta dos criminosos. O prejuízo será dobrado, porque ainda terá que pagar a conta pendente.

Possua um sistema para organizar suas promoções e estoque. Conheça aqui um sistema de vendas e gestão completo que cabe no seu bolso.

Como sempre, o conhecimento é seu maior aliado, entenda as informações básicas de um boleto e tome alguns cuidados para que isso não aconteça, e vamos mostrar a seguir algumas dessas práticas que podem evitar que seu dinheiro seja perdido.

O primeiro cuidado a tomar é nunca entrar nos sites dos bancos e prestadoras, por páginas de buscas como o Google por exemplo, o que pode direcioná-los a endereços falsos. Se precisar de uma segunda via, copie o endereço da instituição de uma conta anterior.

Deposite um pouco de sua atenção ao código de barras. Em um boleto autêntico, o código de barras que aparece na região superior do documento deve ser o mesmo que aparece na parte inferior. Desconfie se o documento não for detectado por leitura ótica ou se alguma barra do código estiver ausente. Caso isso ocorra, é aconselhável entrar em contato com a empresa a qual a dívida se refere.

Os números que utilizamos para digitar quando não possuímos um leitor de código de barras a mão e que o é formada por 47 ou 48 dígitos separados em 5 grupos é chamada exatamente de Linha Digitável. É preciso conhecer e entender esta linha numérica que aparece normalmente no alto do boleto. Caso você escaneie o boleto ou a conta, com um leitor de códigos de barras, poderá ver um número diferente da linha digitável, já que serão desconsiderados alguns códigos utilizados para ajudar a suprimir os erros de digitação entre outras coisas.
Reprodução Techtudo



Os três números iniciais indicam o código do banco emissor, de acordo com tabela da Febraban e é esse um dos principais pontos a serem verificados para determinar a veracidade do documento. Verifique se realmente o código é o do Banco emissor. Um Boleto do Banco do Brasil sempre começará com 001, Itaú com 341, Bradesco com 237, e os da Caixa com 104. Na dúvida, verifique um documento anterior.

O quarto número representa o tipo da moeda: 9 para o Real e 0 para outras moedas.

Os 25 números seguintes, são definidos pelo banco emissor. Cada instituição pode usá-los como preferir. Geralmente, eles trazem informações sobre a pessoa ou empresa cobradora, número da agência, número identificador do boleto, etc.


O número, que fica isolado em um campo, é o dígito verificador. Ele é gerado a partir do cálculo dos números anteriores e tem a função de garantir que os códigos estejam todos corretos;

Os quatro números que aparecem depois do dígito verificador representam a data de vencimento. Este número é um código gerado a partir da quantidade de dias desde a data-base estipulada pelo Banco Central: 7 de outubro de 1997. É também chamado de Fator de Vencimento. Apesar de ser uma data, você não conseguirá entender dessa forma. Vamos dar um exemplo: Para um conta com vencimento na data em que este artigo está sendo escrito, ou seja 10/09/2019, o código apresentado neste campo seria 8080.

Saiba AQUI, com dar mais produtividade ao operador de caixa.

E para finalizar, os dez últimos algarismos indicam o valor do documento sem desconto. Por exemplo: Para um boleto com valor de R$ 90,00, o final será: 0000009000.

O Valor do documento é outro fator que auxilia muito na identificação de documentos falsos, verifique se o valor na linha digitável é igual ao campo Valor Documento, e principalmente se é o mesmo valor que sempre é pago. Muitos estelionatários, conseguem os dados de suas vítimas, mas não os valores exatos das dívidas.

Boletos falsos costumam conter erros de português e de formatação, não apresentando os dados completos da empresa que deveria receber o pagamento. Sempre verifique se o boleto contém informações como data de vencimento, CNPJ e nome da empresa. Diferenças do habitual nessas informações são um forte indicio de fraude.

Até a próxima, saúde e sabedoria.

Gostou do artigo? Então siga Pronto Sistemas no Instagram e no Facebook fique a par das novidades sobre tecnologia de sistemas e dicas de ampliação de vendas para seu negócio.

Siga também a EDS Marketing no Instagram e no Facebook e não perca nenhuma postagem sobre marketing digital!

Até a próxima e sucesso.


segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Queima de estoque: como fazer uma ação campeã na sua loja







Queima de estoque ainda gera dúvidas para você? 


Separamos os principais tópicos que você precisa saber antes de investir nesta ação.



O excesso de peças no inventário, a troca de estação ou meses do ano com baixa em vendas, são ótimas oportunidades para você investir em uma ação para queima de estoque na sua loja.


Para garantir uma máxima eficiência nesta ação, é preciso ficar atento a alguns pontos principais como calendário, público e divulgação. Confira abaixo a lista completa e como agir para cada um dos pontos!

Fique de olho no calendário

Escolher uma boa data, pode definir o sucesso ou o fracasso da sua ação.

Durante o ano, muitas datas comemorativas movimentam o setor varejista, como dia das mães, dia dos namorados e natal. Nestas comemorações é muito comum encontrar promoções em diversas lojas e é durante esse período que o público está mais disposto a adquirir novos produtos.

Possua um sistema para organizar suas promoções e estoque. Conheça aqui um sistema de vendas e gestão completo que cabe no seu bolso. 

As datas comemorativas que mais movimentam o varejo são:

Páscoa (entre março e abril)
Dia das mães (segundo domingo de maio)
Dia dos namorados (12 de junho)
Dia dos pais (segundo domingo de agosto)
Dia das crianças (12 de outubro)
Black Friday (última sexta-feira de novembro)
Natal (25 de dezembro)

Além destas datas, onde o cliente está buscando novos produtos e promoções. É preciso ficar atento às baixas de mercado. Um exemplo muito comum é no início do ano, logo após as compras de natal. Neste período, chegam as contas de início do ano como IPTU, IPVA e gastos escolares. Uma oportunidade para a sua loja oferecer uma queima de estoque e dar a possibilidade para esse cliente adquirir novos produtos com melhores preços.

Atente-se também para o seu estoque, verifique como estão os números do seu inventário. Caso algum produto esteja com as vendas paradas a algum tempo, considere uma promoção para movimentar seu estoque e não ter nenhuma perda.

Crie um plano especial de vendas

Planejamento é essencial. Um bom plano de vendas prevê mais oportunidades e ajuda a evitar imprevistos durante a sua ação.

Após observar as datas comemorativas e identificar a possibilidade de uma queima de estoque, é necessário iniciar a organização de toda a ação. Neste momento é importante responder às seguintes perguntas:
  • Quais itens farão parte da ação?
  • Como será a promoção?
  • Qual o tempo de duração da ação?
  • Como será a divulgação?

Após responder todos os itens, é de suma importância reunir toda a sua equipe e repassar todas as informações. Um comunicação clara com o time evita ruídos na gestão e previne contratempos durante a sua promoção. O sucesso da sua ação depende de um trabalho em conjunto de todos. Destaque aos seus vendedores a importância de cada um deles para o sucesso da queima de estoque.

Durante o planejamento, observe também pontos como opções de negociação, kits de produto e as suas expectativas para esta ação.

Defina um prazo

Nós já mencionamos a preocupação com o prazo no tópico anterior. Mas devido a importância do tema, dedicaremos um espaço para tratar apenas desse ponto.

Uma queima de estoque de sucesso é uma ação de vendas que deve ter começo, meio e fim bem delimitados. Isso facilita a comunicação para a sua equipe e para o consumidor final. É importante para o time ter alinhado os períodos em que a ação ficará no ar. Desta forma, eles conseguem oferecer melhor os produtos, apresentar mais opções de pagamento e gerar mais vendas.

Para o seu cliente, ter conhecimento destas datas, traz a sensação de que a oportunidade é única e não pode ser perdida. A conveniência de encontrar preços melhores, muitas vezes faz que o cliente aproveite para adquirir mais peças que o planejado. Um benefício para ambas as partes.

Prepare a divulgação

Para que a sua queima de estoque traga resultados, as pessoas precisam saber que ela está acontecendo. Isso parece óbvio, não é mesmo? Então pense em uma campanha de divulgação que encontre o público que você pretende atingir.

A sua loja tem uma comunicação totalmente offline e você quer surpreender quem estiver passando pela rua? Invista na comunicação da vitrine, com cartazes ou adesivos que informam a queima de estoque, a porcentagem de desconto ou os itens na promoção. Se você não tem alguém no seu time responsável pela parte de marketing e publicidade, consulte empresas de comunicação visual da sua cidade. Geralmente essas empresas possuem artes prontas para você escolher e adaptar ao seu negócio.

Quanto tempo a sua promoção ficará no ar? Se você pretende manter a queima de estoque por mais de uma semana, vale a pena investir em folhetos de divulgação, comunicados na rádio e até outdoor. Para cada uma das escolhas disponíveis, é preciso fazer a conta se o investimento valerá a pena. Calcule quanto você quer faturar com a promoção e deste valor quanto quer investir na comunicação.

Veja aqui um guia para ser um bom gerente de loja.

Divulgação online

Se o seu público está online, comunique a queima de estoque nas suas redes sociais, no seu site ou por e-mail marketing. O importante é o seu recado chegar até quem você deseja. Troque a capa do seu facebook, crie banners para o site e prepare uma linha de comunicação para feed e stories no seu instagram. Relembre nas redes sociais que a promoção está acontecendo, publique fotos e vídeos dos itens que estão com desconto e explore as possibilidades que cada ferramenta proporciona.

Caso queira otimizar as suas ações, separe uma verba para impulsionar as publicações e atingir pessoas que ainda não conhecem o seu negócio. Além disso, é importante de redobrar a sua atenção para os comentários e mensagens nas redes sociais do seu negócio. A dúvida de um cliente online poderá se tornar uma venda na loja e ajudar outras pessoas com a mesma dúvida.

Dica extra: Interaja com as pessoas do seu instagram. Existem muitos itens na sua queima de estoque? Utilize as ferramentas disponíveis nos stories como perguntas e enquetes para descobrir o que o seu público quer ver. Desta forma você gera conteúdo personalizado e eficaz, além de criar uma boa comunicação com o cliente.

Escolha o público-alvo

Quem você quer atrair para a sua loja durante a queima de estoque? Muitas vezes a sua campanha engloba todos os produtos da loja. Em outras, a promoção é mais segmentada e exige uma comunicação um pouco mais específica com o público.

Comunicar a promoção para um público que não tem nada a ver com o seu produto, custa caro e – o pior – não traz nenhum retorno. Pense na seguinte situação, você tem uma loja de roupas infantis, mas a promoção será apenas para itens de recém nascidos. As pessoas que já conhecem o seu ponto e frequentam a sua loja, provavelmente já possuem os produtos que você está ofertando. É preciso direcionar a sua comunicação para gestantes e parentes próximos. Utilize campanhas pagas no Facebook e instagram para atingir mais pessoas com esse perfil, crie artes e textos que conversem com essas pessoas e crie conteúdos mostrando como aquelas peças (que estão com um preço ótimo) podem ajudar nos primeiros meses de vida do novo bebê.

Quando você sabe com quem você está conversando, todos os passos do planejamento ficam mais fáceis, a comunicação flui melhor e você atinge as pessoas desejadas.

Saiba AQUI, com dar mais produtividade ao operador de caixa. 

Não se esqueça da decoração

Nós já comentamos sobre a importância de comunicar bem a sua queima de estoque. Mas além de atrair clientes para a sua loja, é preciso que eles se sintam à vontade e com uma boa orientação ao chegar para conferir os produtos.

Deixe bem claro no seu ponto de venda como funcionará a sua promoção. Os itens serão demarcados por cores? Terão prateleiras ou araras com peças selecionadas? Apenas um lado da loja estará com promoção?

Apresente essas informações de forma clara e bem visível pela loja. Mantenha a organização do espaço e facilite a circulação dos interessados pelos corredores. Disponha a sua equipe de forma que auxilie os consumidores e sempre tenha alguém para tirar uma possível dúvida.

Depois de seguir os passos que listamos aqui, tenho certeza que a sua loja estará prestes a ter uma queima de estoque de sucesso.

Solicite um teste de 7 dias gratuito AQUI

Gostou do artigo? Então siga Pronto Sistemas no Instagram e no Facebook fique a par das novidades sobre tecnologia de sistemas e dicas de ampliação de vendas para seu negócio.

Siga também a EDS Marketing no Instagram e no Facebook e não perca nenhuma postagem sobre marketing digital!

Até a próxima e sucesso. 

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Por que devo investir em automação comercial para minha loja?



Não é só na indústria que os processos se tornaram automatizados. A modernização das atividades também chegou ao comércio. Hoje, as lojas do varejo podem e devem se beneficiar da facilidade de ter procedimentos  automáticos no seu cotidiano. isso porque, a automação comercial gera vantagens competitivas importantes para quem usa este tipo de solução.


Quer saber por que a automação comercial tem sido um investimento cada vez mais frequente entre os lojistas? Vamos apresentar alguns dos principais benefícios ao utilizar ferramentas automatizadas.

Os benefícios da automação comercial para o varejo

Mas, do que, de fato, falamos quando citamos a automação comercial? Simples. Não imagine grandes robôs e máquinas realizando o trabalho dos seus vendedores. É claro que isso já pode ser visto nas indústrias, no agronegócio, na medicina entre outros segmentos.

No entanto, a automação comercial é uma aplicação da tecnologia muito mais próxima ao dia a dia do lojista. Os conhecidos softwares de gestão é um exemplo prático. Essas ferramentas foram sendo renovadas ao longo dos últimos anos com a expansão da internet, dos sistemas em nuvem, dos dispositivos digitais (smartphones, tablets e notebooks) e seus aplicativos.

Hoje, os sistemas de gestão de loja para automação comercial são mais simples, rápidos e intuitivos de usar. Além disso, já são mais personalizados para as atender as necessidades do varejo, especialmente dos micro e pequenos, inclusive em relação ao investimento para implantação da solução.

Solicite uma demonstração AQUI. Gestão mais simples, negócios mais felizes.

Vamos conhecer seus benefícios.

A gestão se torna mais eficiente

De forma geral, um sistema de gestão para automação comercial vai digitalizar os processos, ajudando a registrar, organizar e controlar dados e operações da loja. Portanto, vai facilitar bastante a rotina administrativa, sendo essencial para qualquer negócio que busca inovar e se diferenciar no mercado.

Por meio de uma sequência ordenada e automática permitida pela ferramenta, as atividades da loja ganham eficiência e precisão. Cada dado referente a uma operação de venda, alteração de estoque, emissão de nota fiscal, cadastro de cliente, por exemplo, quando registrado no sistema, logo é armazenado de forma segura e organizada e se mantém atualizado para análise posterior.

As informações ficam centralizadas e podem ser facilmente acessadas pelo gestor – inclusive por dispositivos móveis. Assim, ele pode se basear em números confiáveis para identificar demandas e atender necessidades pontuais do negócio. Com planejamento, toma decisões mais acertadas, reduzindo custos e ações desnecessárias, além de poder cumprir rigorosamente as obrigações fiscais e tributárias.

Redução de custos é realidade

Para ter rentabilidade e lucratividade, os micro e pequenos lojistas não podem “simplesmente” vender mais. É preciso também gastar menos. Ou seja, a redução de custos também é um desafio diário. Enxugar despesas extras, não desperdiçar recursos com estoque parado, conhecer os produtos que vendem mais, entre outros.

Mas para lidar bem com as finanças é fundamental ter organização e conhecer os gargalos do negócio, seja no estoque, nas vendas ou na compra de insumos. Com um sistema de gestão para automação comercial, essa tarefa é facilitada. O gestor tem um visão geral do andamento das operações e consegue controlar os números em tempo real. Também pode buscar por relatórios periódicos, que mostram o desempenho da loja na semana, quinzena, mês, trimestre, ano, e até datas específicas, por exemplo.

Possua um sistema para organizar no mínimo suas vendas e estoque. Conheça aqui um sistema de vendas e gestão completo que cabe no seu bolso.


Os clientes sentem a diferença

Quando você investe em uma ferramenta de automação comercial para a sua loja, o atendimento ao clientes também é afetado positivamente. A busca por produtos (mesmo os mais específicos e difíceis de localizar no estoque), o faturamento de pedidos, a emissão de crediário, a efetivação da venda na frente de caixa. Tudo ganha agilidade por estar integrado e automatizado.

Isso leva a uma experiência de compra melhorada sob o ponto de vista do consumidor, que não perde tempo em filas, esperando pela mercadoria, pagamento ou nota fiscal.

Outro ponto é que os vendedores não têm a necessidade de realizar tantos levantamentos e conferências, aumentando a produtividade e podendo dar mais atenção aos clientes. Assim, a maiores chances de ficarem satisfeitos e retornar para uma nova compra, facilitando o processo de fidelização.

Vantagem competitiva no mercado

Com processos mais ágeis, possibilidade de redução de custos e melhora na produtividade, duas coisas acontecem: sua loja passa a ter mais capital disponível para investir e os produtos podem experimentar uma redução pontual de preços. Além disso, com o atendimento mais ágil e melhor, os clientes ficam mais satisfeitos e o retorno para novas vendas fica facilitado.

Mesmo que sua loja seja menor ou tenha sido aberta recentemente, tudo isso fará com que ela ganhe uma vantagem competitiva e se torne mais forte para encarar os desafios do mercado.

Planejamento continua sendo fundamental

Como vimos, a automação comercial é capaz de trazer todos inúmeros benefícios para a sua loja. Mas não se engane ao achar que esse processo acontece sozinho. Para ser relevante e realmente trazer mudanças positivas para a gestão, é preciso que estes sistemas atendam às necessidades específicas da sua loja.

Por isso, tudo começa com um bom planejamento e avaliação de necessidades mais importantes ou mais urgentes. A escolha do software certo, portanto, deve ser feita baseando-se nessas necessidades e possibilidades da loja, de modo a garantir a solução mais adaptada e personalizada possível.

Não menos importante, é preciso treinar a equipe para lidar com as ferramentas da automação também é importante para conseguir extrair o máximo possível dessa solução.

Quando a automação já estiver fazendo parte da sua loja, não se esqueça de acompanhar, mensurar e comparar os resultados. Por mais que ela seja benéfica por si só, ela sempre pode ser otimizada e fornecer resultados melhores e por isso o acompanhamento é tão indispensável.

Portanto, com planejamento, treinamento da equipe e a ferramenta certa, você tem a garantia de que poderá desfrutar de todos os benefícios desse investimento.

Os mecanismos digitais de gerenciamento, como o de um sistema de vendas automatizado, são essenciais para garantir o bom funcionamento do negócio e, por consequência, melhorar sua lucratividade. É por meio de uma gestão eficiente que se consegue integrar todas as partes que fazem a loja funcionar.

Como:

  • setor administrativo;
  • controle financeiro;
  • controle de estoque;
  • controle fiscal;
  • contato com fornecedores;
  • cadastro de clientes;
  • venda de produtos e serviços.

Veja aqui um guia para ser um bom gerente de loja.

Uma falha na relação entre setores prejudica a produtividade e tem consequências no bom desempenho do seu negócio. Por isso, a tecnologia de um sistema de vendas para lojas de varejo é uma grande aliada quando se busca por melhores processos, organização e eficiência nas tarefas do dia a dia.

Esse tipo de sistema, como o da Pronto Sistemas, ajuda o empreendedor a integrar todas as atividades, facilitando o registro das operações, a ordenação e o acesso às informações, a comunicação interna, o cumprimento das legislações fiscais entre outras facilidades. Enfim, minimiza as dificuldades de gestão e simplifica a rotina da loja.

Quer saber um pouco mais sobre a importância de contar com um sistema de vendas? Vamos mostrar as vantagens de adotar este tipo de ferramenta, e como nossa solução otimiza a gestão.


Como o sistema de vendas otimiza a gestão

Como falamos, com um sistema de vendas automatizado, o lojista consegue facilmente administrar todos os aspectos que envolvem um comércio de produtos e serviços. As operações se tornam digitais e ganham um sequência rápida e sem erros de procedimentos.

Ao mesmo tempo, com as informações organizadas sobre estoque, vendas realizadas, fluxo de caixa, previsão de receitas, cadastro de clientes e emissão de documentos fiscais, o gestor pode entender melhor as demandas por produtos, onde há poucas vendas, saber as mercadorias que estão com pouco prazo de validade, os valores de crediário a receber e assim realizar um planejamento estratégico do negócio. Com acesso facilitado a estes dados consegue tomar decisões acertadas, economizando recursos e aperfeiçoando a vendas.

Mas vamos explicar melhor como o sistema de vendas Pronto sistemas ajuda nos diferentes pontos da gestão de lojas.


Frente de caixa

Um sistema de vendas alinhado com a frente de caixa permite registrar com agilidade e armazenar com segurança todas as informações de venda, como itens e valores específicos. Também permite que a emissão de notas e cupons fiscais seja feita seguindo todas as normas legais.


A Pronto Sistemas atende com praticidade a frente de caixa, permitindo que com poucos movimentos se registre a venda – mesmo que seja de muitas mercadorias – evitando filas e atrasos junto aos clientes. Como também está disponível para monitores touchscreen, torna a tarefa ainda mais simples. Além disso, o sistema permite integração direta com balança para casos de venda de produtos por peso ou a granel.

Já sob o aspecto fiscal, permite que a loja esteja perfeitamente adequada às legislações do Estado em que atua, pois emite Nota fiscal eletrônica (NF-e), Nota fiscal de venda ao consumidor eletrônica (NFC-e), SAT Fiscal e Emissor de Cupom Fiscal (ECF). O sistema conta com layouts de todos estes documentos e atualizações constantes para estar sempre em dia com as leis.

Com ele, você ainda pode: realizar a entrada da nota fiscal de compra utilizando o leitor de código de barras para capturar o número da nota e fazer o download da nota diretamente da SEFAZ; enviar os documentos emitidos por e-mail evitando o desperdício de papéis; entregar as informações fiscais direto para o FISCO (por meio do SINTEGRA).


Saiba AQUI, com dar mais produtividade ao operador de caixa.


Controle de estoque

O estoque envolve diversos setores de uma loja. Tem o contato com fornecedores e compra de produtos, a logística de entrega e armazenamento, a venda das mercadorias, entre outras ações. Uma falha em desses processos pode vir a prejudicar toda a cadeia produtiva de um estabelecimento comercial — o que fatalmente causará prejuízos.

Um sistema de vendas tornará esse processo mais eficiente. Permite por exemplo, que se organize as mercadorias por cor, tamanho, tipo/característica de produto ou data de validade, mostrando os dados em um único dashboard, inclusive com a localização exata de cada item no estoque (número e direção de armário, prateleira, gaveta etc).

Ainda possibilita cadastrar códigos de barra direto por NF de compra (.xml) ou criar códigos para aqueles não tem a numeração; criar tabelas de preços diferenciadas e gerenciar as trocas/devoluções de produto sem perder o controle das entradas e saídas de produtos e seus respectivos valores.

Com estas informações, o gestor pode fazer um balanço rápido de estoque, sabendo quando deve renovar o estoque, quais produtos estão vencendo, estão em falta e quais têm pouca saída (tudo por meio da leitura dos códigos de barra).

Cadastro de clientes

São muitas as vantagens poder realizar o cadastro de clientes direto no sistema de vendas da loja. A ferramenta torna mais fácil a inserção de dados como nome, CPF/CNPJ, telefone, endereço, data de nascimento e referências de compra, melhorando a comunicação e o relacionamento da loja com estas pessoas.

Estas informações permitem que o lojista consiga entender o perfil de cada consumidor, que pode ser base para promoções personalizadas e para a venda parcelada por crediário, por exemplo. Pode-se consultar previamente estes dados antes da liberação do crédito: pelas informações já registradas, é possível analisar o histórico dos produtos e serviços consumidos, a quantidade de compras realizadas, o tempo que é comprador e se houve situações relacionadas a problemas de pagamento.

Além disso, o sistema também oferece diferente formas de pagamento, que podem ser geradas no boleto, débito automático ou mesmo cartão de crédito. Para facilitar, é feita todas a gestão de crediário, ao fazer a previsão dos recebíveis mensalmente e emitir avisos diários sobre parcelas que estão vencidas ou que estão para vencer, melhorando as possibilidades de cobrança.

Controle financeiro

Um sistema de vendas consegue integrar os diversos setores da loja criando um canal único de informação. Você tem acesso rápido aos dados, de qualquer hora e lugar e usando diferentes tipos de dispositivos (tablet, smartphone, notebook), e pode monitorar a frente de caixa e de vendas, controlar o estoque e planejar as suas estratégias de mercado.

Ainda é possível visualizar contas bancárias, créditos a receber, saldos a pagar, emitir boletos e controlar comissões. Além disso, fornece relatórios detalhados com informações exatas de todas as atividades, permitindo avaliar o Demonstrativo de Resultados (DRE), Centro de Lucros, Centro de Custos etc. De posse dessas informações fica mais fácil planejar e ajustar o setor financeiro fazendo controle de gastos e reduzindo custos.

Ficou curioso com todas estas vantagens e quer conferir o Sistema na prática? Solicite um teste grátis da ferramenta. 

Se ficou com alguma dúvida, nossos consultores especializados estão disponíveis para uma conversa sobre como o sistema pode ajudar o seu negócio. Fale conosco ou peça uma ligação que entramos em contato. 
 
Saiba AQUI, mais informações de como escolher sistema de gestão ideal para sua loja.



Gostou do artigo? Então siga Pronto Sistemas no Instagram e no Facebook fique a par das novidades sobre tecnologia de sistemas e dicas de ampliação de vendas para seu negócio.


Siga também a EDS Marketing no Instagram e no Facebook e não perca nenhuma postagem sobre marketing digital!



Até a próxima e sucesso.