terça-feira, 23 de abril de 2019

Como escolher um bom Sistema de Vendas e Gestão para seu negócio.



Não importa se estamos falando de um micro, pequeno ou ainda médio negócio que atue no ramos principalmente de varejo e em alguns casos atacado, seja uma loja de  vestuário, alimentação, petshop, construção, bazar etc. 

Independentemente do tamanho ou segmento da empresa, o fato é que a uma gestão eficiente, apoiada em tecnologia, deve ser encarada como parte integrante dos processos internos. Um exemplo disso é o uso de software de vendas e gestão para lojas, que ajuda a garantir competitividade em um mercado cada vez mais concorrido.

Este tipo de ferramenta é uma forte aliada na hora de organizar e comandar a administração do negócio, integrando seus três pilares fundamentais: operacional, financeiro e contábil. Assim, o dono da loja deixa de lado a antiga e pouco funcional administração analógica, com suas inúmeras, complexas e desconexas planilhas de Excel ou documentos em Word.


O sistema, além de emitir suas notas para as vendas, ajuda, por exemplo, a empresa a otimizar uma série de processos ligados ao dia a dia do varejo. Entre eles:
  • Otimizar a administração do negócio;
  • Automatizar as tarefas de vendas;
  • Facilitar o controle de estoque e do financeiro;
  • Manter a emissão e a guarda de documentos fiscais de acordo com a legislação;
  • Aumentar a produtividade;
  • Garantir comunicação rápida entre gestores e funcionários;
  • Melhorar a qualidade do atendimento.

Mas se um software de gestão para lojas é indispensável, você sabe como escolher uma boa ferramenta, como o nosso sistema, por exemplo? Neste post vamos responder a questão, elencando alguns fatores que devem ser levados em conta antes de optar por uma ou outra solução digital. Continue a leitura e tome a melhor decisão para sua loja.


Você pode fazer um teste de 7 dias em um sistema completo de vendas e gestão, sem a necessidade de download.


O que levar em conta antes de optar por um software de gestão para lojas?

Antes de escolher um software de gestão para lojas, o micro e pequeno empresário, de qualquer segmento, precisa ter em mente que sua operação é específica, com tarefas e objetivos voltados ao varejo. Além disso, precisa de facilidade e agilidade para o dia a dia e segurança para cumprir todas as legislações e obrigações contábeis. Vale lembrar que o nosso sistema cumpre estas exigências com excelência.


Portanto, a decisão pela ferramenta ideal passa por alguns quesitos. Listamos os principais, que são:


Avalie o preço

É claro que o preço é um dos primeiros pontos que o um dono de loja procura levar em consideração quando pretende adotar um sistema de gestão digital. Embora esse seja, sim, um fator que deve ser levado em conta, o fato é que deve-se tomar cuidado para avaliar o custo-benefício do produto, e não apenas o preço.


Existem muitas ferramentas no mercado que são desenhadas para grandes empresas e repaginadas para os pequenos negócios, por exemplo. Ou, ainda, softwares genéricos que procuram atender todo o tipo de empresa. 


Muito provavelmente, nenhum deles irá atender as demandas de um pequeno varejo. Por isso, o ideal é buscar uma solução como o nosso sistema, que atenda justamente essas necessidades e que ainda seja possível de colocar no orçamento. Esse, com certeza, será o seu melhor investimento, pois haverá grande retorno em eficiência e produtividade.

O ideal então é buscar uma solução que atenda justamente as necessidades da loja para, aí sim, pensar no preço. Esse é o assunto que veremos em seguida.


Conheça aqui um sistema de vendas e gestão completo que cabe no seu bolso.


Pense nas funcionalidades

Nossa próxima dica para que você faça uma boa escolha é avaliar as funcionalidades, fugindo dos já mencionados sistemas complexos ou dos genéricos. Afinal de contas, a adoção de um software de gestão para lojas tem como principal objetivo sanar problemas e não criar mais dificuldades.


Por isso, o varejista deve sempre procurar uma solução que contemple a sua área de atuação, como foco na gestão financeira, na gestão de estoques e também na gestão da clientela. Assim, pode otimizar todos os processos internos e reverter tudo isso em qualidade. Pense em ter, por exemplo, em funcionalidades como código de barras, gradeamento de produtos, integração com a balança, boletos bancários, nota fiscal de serviço.


Busque por segurança

É inegável que estes sistemas armazenam diariamente informações relevantes sobre o negócio, tanto do ponto de vista financeiro quanto do ponto de vista estratégico. Por isso, o gestor precisa controlar o fluxo de informações internas.


Ao avaliar qual será o tipo de solução que você adotará na sua empresa, portanto, descubra quais são as opções de segurança oferecidas pela empresa fornecedora. Quanto melhor for o controle do acesso, por exemplo, mais seguro o sistema será. Quais as garantias de backup e salvagarda de seus dados o sistema oferece?


Valide a integração offline/online

Por fim, é fundamental que o software de gestão para lojas facilite o fluxo de dados internamente, permitindo a integração offline/online. Assim, todos trabalham com os mesmos dados, o que permite a coesão durante a tomada de decisão na empresa.


É importante destacar que o sistema deve funcionar de forma híbrida, tendo a parte gerencial em uma plataforma online, para ser acessada em tempo real e de qualquer lugar. Mas também precisa contar com módulos de retaguarda — instalados nas máquinas da loja —, que dão segurança para uma eventual queda de sinal. Isso evita que a operação pare e a empresa perca vendas.


Considere os serviços agregados fornecidos junto com o sistema

Por fim,  estes serviços, inclusos na mensalidade, podem ajudar a empresa a ganhar performance o eliminar custos, em alguns casos o sistema acaba saindo de graça pela substituição de custo. Entre eles:

  • Importação de cadastro
  • Suporte ao sistema
  • Suporte ao Windows
  • Suporte ao computador e rede
  • Suporte as impressoras
  • Suporte ao certificado digital
  • Integração com contabilidade
  • Otimização de Facebook
  • Otimização de Instagram 
  • Dicas para aumento de vendas 
  • Hospedagem de site e email

Sendo usuário do nosso sistema, você terá acesso a todos esses serviços agregados e mais...

Gostou do artigo? Então siga Pronto Sistemas no Instagram e no Facebook fique a par das novidades sobre tecnologia de sistemas e dicas de ampliação de vendas para seu negócio.

Siga também a EDS Marketing no Instagram e no Facebook e não perca nenhuma postagem sobre marketing digital!


Até a próxima e sucesso.


terça-feira, 16 de abril de 2019

Entenda a importância da variedade do mix de produtos para sua loja



Engana-se quem pensa que a importância da variedade do mix de produtos resume-se a prateleiras cheias e a uma loja bem apresentada. Muitas vezes, a variedade de produtos que uma empresa dispõe influencia diretamente em aspectos relacionados à logística, à gestão do estoque, ao marketing e, é claro, às vendas.

É justamente por isso que oferecer o que o cliente procura é um dos grandes desafios de qualquer lojista. Além de favorecer o relacionamento, uma boa diversificação no mix de produtos também ajuda a empresa a faturar mais e impede que, frustrado por não ter as suas necessidades devidamente atendidas, o potencial consumidor precise recorrer à concorrência.



Duvida? Então, entenda a seguir a importância da variedade do mix de produtos e descubra como colocá-la em prática para atender às necessidades dos seus clientes e vender mais!


Afinal, qual a importância da variedade do mix de produtos da sua loja?

Pare um pouco e reflita: o que acontece quando você entra em um estabelecimento comercial e não encontra o produto que deseja comprar? Se você é como a maioria das pessoas, é bem provável que, ao se deparar com uma situação dessas, a sua reação seja agradecer ao vendedor e partir para a próxima loja, certo?


Saiba AQUI, como dar mais produtividade ao operador de caixa.


Em geral, isso é o que acontece quando um consumidor em potencial não encontra na sua loja o item que tanto procura. Por mais que a sua equipe de vendas se esforce, dificilmente um cliente que precisa de um casaco ficará com frio até que você se organize e reabasteça o estoque, não é mesmo?


Também é importante ter em mente que, muitas vezes, ter apenas uma só opção disponível não basta. Um cliente que vai até determinada loja em busca de uma camisa, por exemplo, deseja encontrar diferentes opções de tamanho, de cores, de tecidos, de estampas e de estilos.


Conheça AQUI, 64 ações para aumentar as vendas.


Na hora de aumentar a variedade do mix de produtos, é necessário levar em consideração três aspectos:



  • Profundidade: refere-se à quantidade de opções que são oferecidas para um só produto. É o que ocorre quando um modelo de camisa é disponibilizado em várias cores e tamanhos.
  • Extensão: refere-se ao total de itens disponíveis. Uma loja de conveniência, por exemplo, precisa de uma variedade de produtos extensa, ainda que não tão profundo.
  • Abrangência: diz respeito à quantidade de linhas de produtos. Lembre-se: quanto mais limitado for o seu mix de produtos, menor será o seu alcance. Isso porque não existe nada que seja uma unanimidade entre as pessoas, tampouco um determinado produto. Mesmo dentro de um nicho, os gostos e necessidades variam.

Veja AQUI, um guia para ser um bom gerente de loja.

Com produtos adequados, por outro lado, você conseguirá atingir mais pessoas e fará os seus clientes comprarem mais. Com isso, conseguirá o aumento do ticket médio e o alcance das metas financeiras de maneira geral.

Como melhorar o mix de produtos da sua loja?

Embora ter uma boa oferta de produtos seja importante, é ainda mais importante que isso seja feito da maneira correta, afinal, oferecer produtos demais e que não sejam adequados pode gerar o efeito reverso.

Agora que você já compreendeu a importância da variedade do mix de produtos, conheça 5 dicas para colocar o seu conhecimento em prática.

 

1. Conheça as necessidades dos consumidores

Não adianta diversificar o mix de produtos se isso significar encher a sua loja de produtos que o seu público não procura. Em vez de estimular as vendas e o relacionamento, isso só fará com que os clientes sintam que o seu negócio não serve para eles.

Por isso, entenda muito bem quais são as necessidades dos seus consumidores. O que eles desejam? Por que eles precisam de determinado item? Como um produto pode melhorar a vida deles? Quais as opções que desejam encontrar?
 

Visite nosso SITE

A partir da resposta para essas questões, provavelmente ficará mais fácil compreender o que deve ser oferecido e apostar nas escolhas certas.
 

2. Trabalhe com fornecedores confiáveis

Quem nunca precisou ir a mais de um mercado para conseguir concluir toda a lista de compras? Muitas vezes, essa situação se deve única e exclusivamente à falta de uma boa gestão de fornecedores.

Quando se trata de um mix de produtos, consistência é lei! De nada adianta ter uma boa variedade, mas enfrentar problemas periódicos no reabastecimento do estoque e deixar prateleiras ou vitrines vazias.

Para que isso não ocorra e tudo saia como o esperado, é fundamental prezar não só pela quantidade de fornecedores disponíveis, mas também pela qualidade. Apenas fornecedores confiáveis podem garantir a boa qualidade dos produtos e evitar problemas com o estoque.

Pague apenas pelo que precisa – Novo Sistema Básico de Caixa.


3. Evite exageros

Embora a importância da variedade do mix de produtos seja inegável, exagerar na quantidade é um grande erro. Isso porque os excessos poder aumentar os seus gastos com estoque e manutenção e fazer com que a sua loja perca dinheiro.

Para que isso não aconteça, tome cuidado com o dimensionamento. Em vez de triplicar a quantidade de produtos ofertados de uma só vez, faça grupos de adições menores e, depois disso, meça e acompanhe os resultados. À medida que o público for respondendo às mudanças, você pode aumentar a sua oferta ou, até mesmo, renovar o seu estoque.

 

4. Avalie os resultados

Essa dica está diretamente ligada ao tópico anterior. Para evitar exageros e realmente diversificar os produtos da sua loja de maneira inteligente, é fundamental que você possua pleno domínio sobre os resultados obtidos a partir das mudanças implementadas.

Para que isso aconteça, controle a quantidade e os tipos de itens de vendidos e compare periodicamente os resultados, associando-os a cada uma das mudanças realizadas. Para facilitar o seu trabalho, aplique as alterações por etapas. Assim você poderá identificar com mais clareza ou que funcionou e o que deu errado.

Com organização para extrair dados e estratégia para analisá-los, você poderá compreender quais os segmentos são mais rentáveis e devem, por isso, ser priorizados.

 

Você pode fazer um teste de 7 dias em um sistema completo de vendas e gestão, sem a necessidade de download.
 

5. Saiba como compensar as perdas

Infelizmente, nem os profissionais mais competentes estão imunes aos erros. Caso se depare com um número frustrante ao analisar os resultados, não se desespere! Tenha em mente que essa situação é normal e pode ser recuperada.

Para isso, analise seus produtos e identifique quais segmentos são os mais e os menos lucrativos. Em seguida, utilize o marketing para compensar as perdas e otimizar os ganhos.

Por que não oferecer condições promocionais para determinado produto que não obteve o retorno financeiro esperado? Medidas como essa podem ajudar a sua loja a vender mais e a amadurecer cada vez mais a variedade de produtos adequado à realidade na qual está inserida.

Gostou do artigo? Então siga Pronto Sistemas no Instagram e no Facebook, e fique a par das novidades sobre tecnologia de sistemas e dicas de ampliação de vendas para seu negócio.



Siga também a EDS Marketing no Instagram e no Facebook, e não perca nenhuma postagem sobre marketing digital!


Até a próxima e sucesso

sábado, 13 de abril de 2019

5 estratégias infalíveis para a venda de produtos sazonais no ano todo


Produtos sazonais são aqueles que serão consumidos em apenas uma época específica do ano. Isso acontece muito no mercado culinário com panetones, ovos de Páscoa e muitos outros produtos. No ramo do vestuário, isso se dá com o aumento das vendas de roupas, acessórios e calçados na cor branca próximo à época do ano novo.

Independentemente de qual seja o seu segmento no mercado, é preciso levar em consideração a sazonalidade dos produtos. É possível ser lucrativo com estes produtos o ano todo. Quer saber como? Veja as dicas que separamos para você!
 
Saiba AQUI, como dar mais produtividade ao operador de caixa. 
 
1. Planeje-se com antecedência

Um bom planejamento é a melhor maneira de conseguir vender produtos sazonais. É preciso ter bem claro que em algumas épocas do ano eles terão maior saída, enquanto em outras o consumo será reduzido. Fazer isso vai ajudá-lo conseguir ter um bom giro no seu estoque o ano todo.
 
Nem só de chocolate vive o comércio da páscoa por exemplo, o turismo é um dos setores que pode muito se beneficiar da sazonalidade.

Determine se vai manter a venda em quantidade com o tradicional, ou se investir em artigos novos, inéditos e que atiçam a curiosidade e possuem novas abordagens e maior valor.
 
2. Mude a abordagem

Muitas vezes os consumidores não veem motivos para comprar os produtos fora de época. Então cabe a você criar uma demanda ou necessidade. Quer um exemplo disso? Pensa na venda de sorvetes. Essa ação está muito ligada ao verão, época na qual as temperaturas são maiores, e os sorvetes podem refrescar o público.

Mas existem receitas de sorvete quente, por exemplo, que seriam atrativos para o inverno e em temperaturas mais baixas em outras estações. Essa ideia pode ser muito atrativa para o consumidor. Então, é estratégico fazer um pôster com algumas receitas de sorvete quente e colocá-lo no refrigerador do produto. Desta forma, é possível driblar a sazonalidade do produto e estimular o consumo dele o ano todo.

Veja aqui um guia para ser um bom gerente de loja. 
 
3. Incentive compras fora de época

Vale a pena lembrar que algumas pessoas têm o desejo de consumir os produtos de uma época do ano fora dela. Exemplo disso são os panetones e os ovos de Páscoa. Pode ser uma boa estratégia oferecer esses produtos o ano todo para os seus clientes.

Para isso é importante fazer os cálculos e verificar se é ou não interessante ter um pequeno estoque para oferecer esses produtos em diversas épocas do ano. Confira com os fornecedores esta possibilidade, provavelmente eles estarão mais dispostos a negociar os valores fora da época.


As ferramentas para implementação de negócios rentáveis você encontrará nessa página

 
4. Ofereça combos

Fazer a combinação de dois ou mais produtos que estão correlacionados em um mesmo kit com um preço um pouco mais acessível quando comparado à soma do valor total dos produtos individuais é uma excelente forma de aumentar as vendas dos produtos sazonais.

Ou ainda, fazer a combinação de dois ou mais produtos que estão correlacionados em um mesmo kit com uma embalagem espetacular, transformando-o de produto em presente é outra forma. 
 
Essa estratégia pode ser usada tanto nos meses de alta como na época de baixa. Seja na época da Páscoa, no Natal ou durante o ano, uma maneira de impulsionar a venda dos panetones e castanhas é oferecê-los em um combo. O cliente se sentirá mais motivado a comprar os dois produtos e não apenas um ou outro.

Esse tipo de ação tem por objetivo aumentar o ticket médio de vendas, além de promover os produtos e ajudar a gerar mais fluxo no estoque parado.
 
Quer saber como gerenciar o estoque? Você pode fazer um teste de 7 dias em um sistema completo de vendas e gestão, sem a necessidade de download. 
 
5. Invista no visual

Cada data comemorativa do ano tem as suas cores, seus ícones e elementos visuais característicos. Na hora de montar as suas promoções, estes recursos chamarão mais a atenção do consumidor e o estimularão a consumir os produtos que estão presentes no seu estabelecimento, sendo bela elaboração de uma embalagem específica ou uma gôndola/vitrine dedicada ao produtos do momento.

Ao promover os produtos fora da época use as mesmas cores, formas, símbolos e outras coisas que são características do momento de mais procura. Por isso, invista na parte visual, e as promoções terão mais a atenção.

Lembre-se de que, para vender produtos sazonais o ano todo, é preciso contar com as parcerias certas. Desenvolva um bom relacionamento com o seu fornecedor. Só assim será possível fazer negócios que sejam benéficos para os dois lados sem estresse.


Visite nosso site e veja outras formas de apoio gratuito que você pode receber.


Gostou do artigo? Então siga a EDS Marketing no Instagram e no Facebook, e não perca nenhuma postagem!


Curta AQUI a Pronto Sistemas no FACEBOOK e fique a par das novidades sobre tecnologia de programas e segurança para seu negócio.


Por: Eder Belletti - Parceiro


Até a próxima e sucesso.


quarta-feira, 3 de abril de 2019

Um ótimo investimento.



Investir no próprio negócio ou carreira, é a mais proativa atitude em benefício próprio que um profissional pode realizar, desde que seja analisado e planejado, como qualquer bom investimento. Sempre reforço avidamente que gestão de carreira (seja ela como profissional ou como empreendedor), é o tema central para a evolução pessoal e profissional. Saiba que é seu dever alimentar o próprio crescimento e prosperidade.

Para fazer isso, planeje cuidadosamente, realizando consistentemente e mantendo-se fiel à missão de investir em si mesmo. Se este investimento será de baixo risco, somente seu subconsciente poderá predizer. Ouça os sinais, sinta se realmente está investindo por vontade própria ou orientação. Se a vontade lhe levar a uma certificação da moda, mas que não está dentro de seu perfil ou trajetória atual, pode resultar em fracasso e apenas mais uma linha no currículo. 

Planeje, analise, trace as metas, lembre que está buscando realizar os objetivos do seu negócio, da sua carreira e da sua vida. Planejar este investimento lhe dará clareza para entender seu próprio futuro, ter a satisfação do crescimento pessoal, maiores chances de prosperar como empresário ou a ampliação da  empregabilidade, que resultarão em aumento de oportunidades.

Para chegar a uma boa reflexão sobre o investimento nos seus ativos atuais, seu planejamento deve unir sua vontade com seus conhecimentos, habilidades, relacionamento e um pouco de criatividade para se diferenciar e trilhar o caminho correto. 


Lembre-se que não se constrói castelos sozinho, crie interdependências proativas e positivas com seus entes queridos e quem sabe colegas de trabalho e fornecedores. Você se surpreenderá como estes relacionamentos poderão acelerar o processo.

A principal forma de investimento é a educação - incluindo idiomas - e os títulos dos degraus tradicionais todos conhecemos: graduação, especialização, mestrado e doutorado. Uma graduação, já a muito, é obrigatoriedade do mercado, mas se você no entanto não é mais um adolescente, vale a pena analisar se terá tempo de recuperar o investimento em um dos degraus tradicionais.  


Divague um pouco antes de se decidir, talvez, uma certificação poderia ser de maior valia em seu momento profissional. Elas são de menor prazo, menor custo, são tão ou melhor aceitas que algumas especializações, mas tem menor longevidade.

Investir na carreira ou no negócio, talvez impeça ter que mudá-los. 


Tente entender o que já realizou, como, como sabia o que teria que fazer e o que pretende fazer? Esta é a melhor maneira de ser capaz de se conhecer para comunicar seu valor, de visualizar onde precisa investir e identificar quais as novas competências e habilidades precisa adquirir

Tome consciência de seu valor para que possa evoluir espontaneamente. 

Lembre-se: O indivíduo condicionado é o escravo moderno, o melhor de todos, o que desconhece sua condição. Quem pensa conspira e quer liberdade, qualidade de vida e satisfação.

Laierte Dias

Atualização do artigo publicado no  Jornal Monitor Mercantil.

Gostou do artigo? Então siga a EDS Marketing no Instagram e no Facebook, e não perca nenhuma postagem!


Curta AQUI a Pronto Sistemas no FACEBOOK e fique a par das novidades sobre tecnologia de programas e segurança para seu negócio.


Até a próxima e sucesso.